quarta-feira, 12 de março de 2008

Happy Easter !!!!!

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.
Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica. É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.


No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.
(OOoo minininha cabeçuda )

O COELHO:
A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. A origem do símbolo do coelho vem do fato de que os coelhos são notáveis por sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade!

A tradição do coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em meados de 1700.
Uma lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo. Espalhou-se então a história de que o coelho é que trouxe os ovos. A mais pura verdade né, alguém duvida?

O CORDEIRO:
O CordeiroSimboliza Cristo, que é o cordeiro de Deus, e se sacrificou em favor de todo o rebanho.

O PÃO E O VINHO :
Na ceia do senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos, para celebrar a vida eterna.

O CÍRIO :
É a grande vela que se acende na Aleluia. Quer dizer: "Cristo, a luz dos povos". Alfa e Ômega nela gravadas querem dizer: "Deus é o princípio e o fim de tudo".

O CHOCOLATE :
hummm, nessa parte todo mundo gosta!!!

O chocolate é um dos presentes mais populares no Dia dos Namorados, Páscoa, etc. Mas por que chocolate é tão popular?
Um imenso trabalho de marketing ajudou certamente a popularizá-lo como presente nesta data e a aumentar as suas vendas,
mas os seus efeitos ditos "afrodisíacos" e “estimulantes” seguramente são um dos fatores dominantes que estão por detrás de seu sucesso.
Além disso, estudos tem demonstrado que existem outros fatores relacionados que são seguramente favoráveis a sua utilização.
Existem vários alimentos e bebidas específicos que se acreditam ter um impacto direto sobre o estado individual de humor.
Embora um comportamento de adição seja geralmente associado com o abuso de drogas e de álcool, ou ainda uma atividade sexual compulsiva,
o chocolate pode evocar reações psicofarmacológicas e de comportamento semelhantes em pessoas suscetíveis.


Uma revisão da literatura acerca do chocolate indica que o efeito atrativo do chocolate (gordura, açúcar, textura, e aroma) é provavelmente um fator predominante em tal adição.
Outras características do chocolate, porém, podem ser igualmente importantes como contribuintes ao fenômeno da adição a ele.
O chocolate pode ser usado por alguns como uma forma de automedicação para deficiências dietéticas (eg, magnésio) ou equilibrar baixos níveis de neurotransmissores envolvidos na regulação do humor,
apetite, e comportamentos compulsivos. A adição compulsiva pelo chocolate é freqüentemente episódica e se altera com as mudanças hormonais logo antes e durante os períodos de menstruação na mulher,
o que sugere um vínculo hormonal e confirma a natureza sexo-específica assumida destes episódios de compulsão pelo chocolate.
O chocolate contém vários componentes biologicamente ativos (metilxantinas, aminas biogênicas e ácidos graxos similares aos da cannabis)
os quais potencialmente causam comportamentos anormais e sensações psicológicas que se comparam aos de outras substâncias capaz de causar dependência.
Tentativas para restringir o consumo de chocolate porém, levam o desejo por este alimento a aumentar, uma experiência que é então caracterizada como um episódio de compulsão.
Provavelmente, uma combinação das características sensórias do chocolate, sua composição nutriente, e ingredientes psicoactivos, juntando-se às flutuações hormonais mensais e variações do humor entre mulheres,
formará em última instância o modelo de compulsão pelo chocolate.


O Brasil é responsável por grande parte da produção mundial de chocolate devido ao clima e à localização geográfica.
O chocolate foi descoberto pelos mexicanos e depois introduzido na Europa pelos espanhóis. Os astecas preparavam uma bebida com especiarias chamada xocoatl,
com grãos de cacau torrados, especiarias e mel.
O chocolate chegou à Inglaterra e a igreja o considerava como alimento. Alguns médicos o consideravam como sendo mais nutritivo que a carne bovina e a de carneiro.
Como resultado os dias de culto tinham um sabor adocicado e as mulheres nobres da sociedade consumiam uma bebida à base de chocolate durante os sermões.
A popularidade do chocolate cresceu e sua versatilidade foi descoberta e levada a todos os lugares do mundo.


Algumas curiosidades :

Chocolate ao leite é uma combinação de cacau, leite em pó e açúcar.

Chocolate meio amargo apresenta em sua composição mais cacau e uma menor concentração de açúcar.

Chocolate branco é composto de manteiga de cacau, e não de cacau.


Chocolate diet é ausente de açúcar, mas apresenta um alto teor de gordura e é tão calórico quanto as versões não light.

Em relação à composição nutricional pode-se dizer que é rico em gorduras e carboidratos. Mas o fato de ser rico em gorduras não significa que é rico em colesterol.

Apresenta substâncias funcionais conhecidas por Catequinas e Epicatequinas, poderosos antioxidantes e protetores do sistema cardiovascular.

É uma excelente fonte de magnésio --nutriente essencial para a contração muscular e fixação do cálcio no osso.

Nossa, ficou grande esse post. Vou acabar cansando os meus poucos leitores, rss

4 comentários:

Arroz - Luiz Fabiano disse...

Oi gente!!!
Valeu pela força no blog!!!
Sobre a moda Canadá, eu perguntei ao médico e ele disse que atende uma média de 4 pessoas para o Canadá e 100 para Austrália por mês!!!! Acho que a moda tá na Austrália...
Um abraço pra vocês e adorei o post, já que sou chocólatra assumido...

Cau disse...

afe maria, vc deveria ter colocado uma advertência antes do post!!

"se vc gosta de chocolate, não comece a ler ao menos que tenha pelo menos uma barra ao lado. obrigada."

agora fiquei na vontade e não tenho nem nescau hahahahaha!!

beijosss e feliz páscoa!!

Gislane, Wagner e Mirela disse...

Ninha, é uma pena que muitos confundam o sentido verdadeiro da páscoa. Mas seu post fala bem sobre o real significado. parabéns!

Sobre o chocolate
Comer ou não comer chocolate? Eis a questão...Resposta: COMER MUIIIITO CHOCOLATE. É BOM DEMAIS EM TODAS AS ÉPOCAS.kkkkkkkkkkk
bJOS

Sergio e Marilena disse...

Eu gosto muito da pascoa. As celebrações na igreja católica são lindas e emocionantes, as músicas e todos os símbolos que acompanham estas celebrações. Gosto muito das leituras relacionadas durante a missa. É muito legal.

Junto a isso gosto da diversão que é para as crianças a historia do coelhinho e dos ovos. Esta semana o Edu terá que fazer um desenho sobre a pascoa. Eu vou ter que contar a ele o que significa e ele vai desenhar sobre o que eu vou falar. Acho que vai ser bem legal. E todos os anos eu compro pequenos ovinhos de chocolate, é claro, e escondo pra eles procurarem. É uma festa.
A unica coisa que não gosto da páscoa é que minha mãe sempre faz bacalhau na sexta feira santa e eu acabo comento grão de bico com batatas (isso há pelo menos 37 anos, risos).

Adorei o post e vou usar na lição do Eduardo.
Um beijo,

Marilena